Dicas MNT

Seu guia de sobrevivência no Mercado de Trabalho

 

Dilemas Éticos como Profissionais reagem

Assunto:

Postato por Meu Novo Trabalho
04/07/2013
Comentários: 1

7 dilemas éticos e como os profissionais reagem a eles. Dicas importantes sobre conduta ética.

Pesquisa mostra que 80% dos profissionais podem se desviar da conduta ética.

Todo profissional, em algum momento da trajetória de carreira, pode “topar” com um dilema ético. O levantamento mostra que 11% dos entrevistados não agem de acordo com o código de ética das empresas. Outros 69% oscilam de acordo com as circunstâncias, podendo atuar de forma ética e antiética.

Ou seja, a pesquisa revela que a grande maioria, 80%, pode faltar com ética no ambiente de trabalho, enquanto apenas 20% seguem o código de conduta à risca, em qualquer situação. Confira os sete dilemas apresentados aos participantes da pesquisa e como a maioria deles agiria em cada um dos casos:

1 Denunciar um ato antiético cometido por um colega

Quando a falta de ética vive na baia ao lado, 56% dos profissionais disseram que somente denunciariam os colegas se fossem incentivados pela empresa.

Na divisão por gênero e hierarquia, a pesquisa mostra que mais da metade das mulheres (61%) e dos funcionários (60%) de níveis operacionais hesitariam em delatar o colega antiético.

2 Conviver com atos antiéticos

Pouco mais da metade dos participantes da pesquisa disse não ter restrições à convivência com a falta de ética na empresa. O índice sobe para 55% e 59% quando trata-se de profissionais sem curso superior que recebem até R$ 3 mil e de funcionários operacionais, respectivamente.

3 Adoção de “atalho” antiético para atingir metas

A pressão por metas pode levar 48% dos participantes do levantamento a escolherem o caminho mais curto e que fuja ao código de ética para cumprir os objetivos estabelecidos. Entre os homens, metade revelou que escolheria o atalho antiético, assim como 53% dos maiores de 34 anos.

4 Furto

Homens (24%) e não graduados (25%) são mais propensos a furtar valores ou bens materiais consideráveis das organizações. Mas no geral, apenas 18% dos entrevistados admitiram que fariam isso. 

5 Aceitar suborno

Dependendo da circunstância, quase metade dos homens adultos e não graduados - 43% - aceitaria suborno para dar vantagem a um fornecedor. Levando-se em consideração as respostas de todos os entrevistados, o índice cai para 38%. 

6 Receber presentes

De acordo com a pesquisa, 40% admitiram que beneficiariam um fornecedor em troca de brindes e presentes, sendo que a taxa sobe para 43%, se forem levadas em conta somente as respostas dos funcionários operacionais. 

7 Usar informações confidenciais em benefício próprio

Gestores adultos e graduados são a parcela de entrevistados mais propensa a incorrer neste tipo de conduta antiética. Deste grupo, 32% tendem a usar informações secretas em benefício próprio ou de terceiros. Mas, no geral, o índice registrado foi de 28%.

 Fonte revista exame http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/7-dilemas-eticos-e-como-os-profissionais-reagem-a-eles



COMENTÁRIOS

Veja o que falam sobre isso

Dilemas Éticos como Profissionais reagemup

11 janeiro 2017

Aguinaldo Rocha

Bom dia. não consigo me candidatar a vaga faço o q o sistema pede mais não envia a senha para o e-mail?

Aguinaldo Rocha


« primeira   « página anterior |   próxima página »   última »

Deixe aqui seu comentário!






Acompanhe as novidades
através do Twitter:

23 agosto 2019

Chegou a hora de ser feliz no trabalho!

Conflito de Gerações (X, Y e Z) no ambiente de trabalho. E aí, como cabeças tão diferentes interagem no dia à dia? Como pensam as diferentes gerações quando se deparam juntas? Vamos falar um pouquinho sobre isto?

ler mais

13 agosto 2019
03 maio 2019
23 abril 2019

Sua Experiência não vale nada!!!

Como recrutador e responsável por um Portal de Empregos e Carreira é assustador a quantidade de pequenos detalhes não observados na hora de montar e apresentar o currículo. Espero que com estas dicas a coisa mude.

ler mais

17 abril 2019
11 abril 2019